terça-feira, julho 02, 2013

Momento de Reflexão » Certo Caminha o Homem / The confident walk of Man...




Certo do seu amor, da sua verdade e vontade, caminha o Homem.
Caminha para o incerto, mas não sabe,
Caminha para o sonho e quer continuar,
Caminha na ilusão mas não quer outra realidade.

Certo da sua fé, da sua devoção e caridade, caminha o Homem,
Caminha na ignorância e não quer outro conhecimento,
Caminha na vergonha de ser crente, mas mata em nome de Deus,
Caminha na falsidade de ações, onde as puras são rejeitadas.

Certo de si, da sua integridade e moralidade caminha o Homem,
Caminha fora de si, mas tem-se como Uno
Caminha em passos firmes, mas uma brisa pode derrubá-lo,
Caminha para melhor mas julga-se e julga sem moral alguma.

Certo da sua liberdade e solidão caminha o Homem,
Caminha livre do físico, mas acorrentado na Alma,
Caminha livre nas ações, mas limitado nos pequenos gestos.
Caminha comigo, contigo, com tantos, mas tão só...
Caminhe em alegrias ou tristezas, está sempre só… Consigo.

Certo esteja o Homem que tudo existe e nada existe.
Certo esteja o Homem que a sua vida pode ser UMA VERDADE… A sua Verdade!
Certo esteja o Homem que jamais estará SÓ onde quer que esteja!
Certo esteja o Homem do AMOR que o PAI MAIOR tem por cada um.
As restantes certezas… desvanecem-se ao descobri-lo dentro de si.

CMS



Certain of his love, his truth and will walks Man.
Certain of himself, of his integrity and morality walks Man.
Certain of his freedom and solitude walks Man.

Walks outside of himself, but sees himself as ONE, Walks free physically, but his soul is in chains,
Walks to the uncertain, but he doesn’t know,
Walks to the dream and wants to go on,
Walks in illusion but doesn’t want another reality. 

Certain of his faith, of his devotion and charity walks Man.
Walks in ignorance, but doesn’t want another knowledge,
Walks in the shame of being a believer, but kills in the name of God,
Walks in the untruthfulness of his actions, where the pure ones are rejected. 

Walks in steady steps, but a breeze can knock him down,
Walks for the better, but judges himself and others without moral. 
Walks free in his actions, but limited in small gestures,
Walks with me, with you, with so many, but so alone,
Weather he walks in joy or in sadness, he is always alone… with himself.

Certain be the Man that all exists and nothing exists.
Certain be the Man that his life maybe A TRUTH… his Truth!
Certain be the Man that he will never be ALONE wherever he is!
Certain be the Man of the LOVE our FATHER IN HEAVEN has for each of us.
The remaining certainties… Disappear when he discovers himself inside.

CMS

1 comentário:

Rogério Carvalho disse...

É por Acreditar, percebendo que cada vez percebo menos, face à dimensão das coisas que existem, mas não tendo dúvidas, caminho na procura da minha Verdade com o amor do Pai, na Tua companhia.