quinta-feira, abril 15, 2010

O Caminho de Regresso


O julgamento é algo muito forte nas nossas vidas, tão forte que mesmo em momentos de transmissão de algo que chamamos de verdades universais, dificilmente essas verdades não julgam as falhas do outro.

Onde está o Amor Incondicional do Mestre Jesus?
Onde está a semente da compaixão plantada pelo Mestre, em cada um?
Será que essa semente desperta quando teimamos em olhar para o cisco no olho do outro?

Creio que não...porque acredito que a Verdade de toda a Criação (a minha e a tua Verdade) está prestes a chegar.

Vivendo nesta teia, da qual também faço parte, gostaria que, não por me achar diferente de ti, mas porque acredito que a minha busca de harmonia e de paz é igual à tua, juntos deixássemos de dar importância ao supérfluo.

Acredito que podemos dar as mãos e sentir o bater de cada coração num só.


Acredito que juntos, podemos olhar para lá deste céu e prostrarmo-nos em total adoração àquele que não julga as diferenças nem a verdade de cada um, àquele que nunca nos abandonou, nós é que percorremos caminhos diferentes.

Acredito que tu e eu, deixando as diferenças de lado, conseguiremos encontrar a igualdade, pois essa existe em verdade.
A verdade é falada em várias línguas e tem várias expressões. A tua fé, a tua procura, a tua entrega podem ser diferentes da minha, mas se formos na mesma direcção é porque o objectivo é o mesmo - Chegar!
O Sol já não é o mesmo de outrora e o Planeta expressa, cada vez mais o seu descontentamento...
A tristeza, a solidão, a pobreza, a revolta, o julgamento, a guerra ocupam um lugar de destaque nas nossas vidas...

Os sinais de alerta chegam de várias direcções... É hora de parar!

Vamo-nos ajudar mutuamente.
Vamos recuperar o que nunca devíamos ter deixado para trás.
Vamo-nos lembrar do Amor, da Compaixão, da Bondade, da Pureza, da Entrega e do Ensinamento d'Aquele que deu a Vida pela Humanidade.
Vamos ao encontro da Harmonia, da Paz.
Vamos olhar para cima...
Vamos dar as mãos!

Celeste

1 comentário:

dengo disse...

Ao verdadeiro Amor da minha vida, digo sim.. quero viver na verdade e percorrer o caminho dentro e fora de mim.