terça-feira, novembro 20, 2007

Doar sem nada esperar



No Universo dos grandes eu sou
Cada vez mais pequena
Ao perceber que tenho tanto para doar.

No meu Universo vou semear Amor.

No meu universo eu vou colher
Para depois poder doar,
Doar sem esperar, doar por doar.

No Universo dos grandes eu percebi

Que ninguém os ensinou que também eles são
Uma potencial fonte de Amor.

Todos podem doar amor,
Essa fonte inesgotável existente dentro de cada um.
Grandes ou pequenos,
Todos somos capazes de Amar,
Todos podemos doar ao outro.

Não procures fora de ti, torna-te pequeno.


“Tu sabes como ficas quando Amas?”


Deixa de sentir e doar só às vezes,


Faz disso a tua vida,
Tu és uma potencial fonte de Amor.


Ao doares sem nada esperar

Tu consegues a todos transformar e contagiar.

Sê grande no Universo dos pequenos.




Celeste Simões

sexta-feira, novembro 09, 2007

Nasce todos os dias!


Hoje o sol nasceu mais brilhante,
Sabia que olharias para ele e não quis passar despercebido.

Partilhou contigo a alegria e a luz
De pertencerem ao mesmo Criador,
À mesma Luz Brilhante.

Repara que mesmo nos dias cinzentos
Ele está lá fora para te dar os bons dias,
Aquecer a tua Alma para poderes continuar a ter força
Para percorrer o teu caminho.

Faz como ele, nasce todos os dias
Com vontade de partilhar a tua luz
E com ela aqueceres a Alma do outro.

No coração do Ser Divino
Existe a vontade de a todos chegar,
A todos tocar na semente cardíaca,
Despertar o Amor Puro
E fazer sentir a paz de Deus
Para deixar de haver diferenças.

No Coração Divino todos fazem parte Dele
E todos merecemos sentir e viver com o Amor Puro.

Rhuantak
Celeste Simões