quarta-feira, março 14, 2007

O Amor Divino


Neste Universo escuro que parece não ter fim,
a minha alma procura e perde-se ao ouvir um som
que mais parece palavras soletradas de um amor profundo,
essa grande energia divina que me ampara e sustém.

O Amor!...

Em silêncio, a minha alma manifesta-se sem parar
embriagando-se nessa energia.
Isto não é um dom da minha alma,
a tua é igual, procura tu também.
Põe disciplina nessa procura e, sem nada esperares,
verás um dia as maravilhas que ela tem para te mostrar.
Não pares de procurar dentro de ti.
Surpreende-te e verás que o conhecimento micro e macro
também existe em ti.

A Fé, o Amor e a Caridade também te pertencem.
Não esqueças nunca, tu és divino.


Celeste Simões

1 comentário:

Micaeerton disse...

Aqui regressei de novo, para ouvir as tuas Palavras.
Ontem, hoje e sempre.