quinta-feira, janeiro 11, 2007

Tudo em ti e em mim / All in me, all in you.


Que o novo ano seja preenchido
em todos os campos sociais da
vossa vida com fé, amor e caridade.


Não me interessa saber como vives, como falas, nem tão pouco se tens fé.
Quero saber o que anseias e se ousas saber os desejos do teu coração.

Não me interessa saber que idade tens, quero saber se arriscas procurar como um louco o amor, os sonhos e a aventura de estar vivo.

Não me interessa saber quais os planetas que estão em quadratura com a tua lua.

Quero saber se tocas no centro da tua dor, se estás aberto às traições da vida ou se te escondes com medo de outros sofrimentos.

Quero saber se te sentas com a dor, a minha ou a tua, sem te mexeres para a esconder, disfarçar ou esquecer.

Quero saber se consegues viver na minha e na tua alegria, se consegues dançar com loucura até ao êxtase, sem dizeres… Não posso… Não devo... Tem cuidado...

Não me interessa se a história que me contas é verdadeira, quero saber se consegues ser fiel contigo mesmo, se consegues suportar a acusação de traição e não atraiçoares a tua alma.

Quero saber se consegues ver beleza nos teus dias mais cinzentos,  quero saber se consegues viver com o erro, o teu, o meu e ficar de pé e gritar à lua, sim!

Não quero saber onde vives nem quanto dinheiro tens, apenas quero ter a certeza se depois de uma dor consegues levantar-te e ocupares-te da dor do outro.

Não me interessa saber qual a tua formação académica, quero é saber o que te sustém interiormente, não quero saber quem foste, apenas quero saber como aqui chegaste.

Quero saber se permaneces em silêncio, no fogo, em unidade comigo.
Diz-me se consegues estar contigo, se gostas da companhia silenciosa que tens nos momentos vazios.

Quero partilhar da tua harmonia, do teu amor, da tua luz e da tua essência Crística.

Celeste Simões





May the New Year bring Faith, Love and Charity to your life.


I don't care how you live, how you speak or even if you have any faith at all.

I want to know what your wishes are and if you dare to know your heart's desires.

I don't care how old you are. I want to know if you dare to search like a fool for your dreams, love and the adventure of being alive.

I don't care which planets are squared to your moon.

I want to know if you dare to touch your deepest pains and if you are open to life's betrayals, instead of hiding from suffering.
I want to know if you can face your pain, my pain, with no wish to hide, disguise or forget it.

I want to know if you can live with joy and dare to dance till ecstasy without saying... I can't... I shouldn’t... Be careful...

I don't care whether the story you tell me is true. I want to know if you can be true to yourself, if you can bear the accusation of betrayal, but not betray your soul.

I want to know if you can see the beauty in your darkest days. I want to know if you can live with your mistakes, my mistakes and still cry to the moon, yes!

I don't care where you live or how much money you have. I just want to be sure that you are able to rise and care for other people´s pain, after a great sorrow.

I don't care what your academic degree is. I want to know what holds you within.
I don't care who you were. I just want to know how you got here.

I want to know if you can stay quiet and experience the oneness of the unity. Tell me if you enjoy being with yourself in your empty moments.

I want to share of your harmony, your love, your light and your Christian essence.

Celeste Simões

2 comentários:

ze amaral disse...

O que é que a minha alma pode comentar após ler este texto. Abetece-me ser tudo e não ser nada, correr, viver, saltar, pular, sentir, amar, esperar, ter paciencia.
Continua a mostrar me o caminho quero ir mas ainda me perco.Mas de uma coisa posso afirmar não desisto e seguirei.
Jose MAria

zildalarcão disse...

Acbei de saborear este vislumbre de pensamento...
Com ele reflecti calmamente o passado.Lembrei os meus processos de procura versus entrega, que nada questionei por serem tão efusivos, e por julgar sempre, deles poderia advir a Luz...
Obrigada,Amiga Celeste por me referenciar o caminho seguro.
Bjs Zilda